quinta-feira, 23 de novembro de 2006

Lista de Natal

14 Dez 2005

Eu não sei o que pedir de natal. Eu quero um Natal feliz. Feliz pra mim e feliz pra todo mundo.
Pra isso, papai Noel, seja você quem for, presta atenção nas coisas que os seus assistentes vão ter que providenciar:
Será preciso voltar no tempo. Lá para o tempo do dilúvio. Logo que Noé abriu a arca, e todos os povos do mundo que puderam sobreviver viram o primeiro raio de sol. Será preciso avisar a eles o que pode acontecer no futuro se não souberem recomeçar nesse momento.
Será preciso que Moisés se recuse a subir o monte Sinai. Assim, Deus não prometerá nenhuma terra aos Hebreus, que jamais ficaram sem terra e não haverá guerra jamais entre Judeus e Palestinos.
Não...Antes!...Será preciso que os Egípcios não acreditem em Deuses, não queiram construir pirâmides para os faraós e não escravizem os povos vizinhos para levantar seus monumentos.
É preciso avisar lá em Tróia, que aquela guerra é inútil. E aos Vikings, e aos mouros, e a Nabucodonosor, e a Alexandre o Grande.
Avisa a César que a terra não pode ser dele, que território não quer dizer morada. Será preciso avisar a todos os povos que este planeta é pequeno, mas tem espaço para todos. Se os imperadores romanos forem avisados, não será preciso que Jesus morra. Seu nascimento será comemorado em Abril só em Israel, como deve ser, como o aniversário do Rei de Israel, já que os Romanos vão estar em Roma e não vão impedir um Rei de assumir o trono que é seu. Como Moisés não vai subir no monte Sinai, Jesus será só o próximo na sucessão do trono, na linhagem do Rei Davi, que não precisou derrubar o gigante Golias porque já sabia que não havia porque lutar. Jesus sendo realmente o rei dos Judeus, os judeus não esperariam por um messias porque não haveria do que ser libertados: nenhum romano ameaçaria a liberdade dos judeus.
Avisa a todos, Papai Noel, que não é necessário demarcar a terra: é necessário cuidar do solo para que não se torne estéril. Não é preciso derramar sangue: é preciso manter a água limpa para as próximas gerações. Não é preciso queimar cidades: é preciso cuidar das florestas para que elas nos preservem.
Avisa a eles que as reservas do planeta não serão eternas se forem destruídas. Ensina que as catástrofes naturais darão conta do controle demográfico - não será preciso matar. Ensina ética sem ensinar temor. Ensina fé sem ensinar submissão. Ensina que não é pecado ser feliz. Ensina que "o próximo" é o próximo que vai nascer, o próximo que vai beber a água, alimentar-se do solo, descansar na sombra...O próximo é o próximo que precisará sobreviver. Ensina que dividir não é subtrair, mas compartilhar.
Se Jesus reinar em Israel como deveria, não haverá Maomé, nem Constantino. Não será necessário um pastor para milhões de ovelhas. Nem futuros pastores colocando suas ovelhas para guerrear. Não haverá poder sobre os oprimidos, nem oprimidos, nem Inquisição, nem perseguição aos Judeus, nem o I.R.A., nem as Cruzadas. Sem a desculpa da fé cega, não haverá homem bomba, nem invasão no Kuwait, nem guerra no Iraque, nem Hitler terá força para acabar dando força à América que não criará um Bush, que não perseguirá um Sadam que não terá forças para dominar seu povo, que não tem uma fé cega, logo não tem medo de um homem só que não terá exército, porque não houve Césares, nem Czares, nem Alexandre, nem Constantino, nem as Cruzadas...
Avisa que é preciso que homens respeitem mulheres, porque elas vão gerar seus filhos que precisarão ser homens que respeitem suas mães e suas filhas e as filhas de seus irmãos. E é preciso que mulheres respeitem homens, porque eles vão ter mãos fortes para construir o mundo para criar seus filhos que precisarão de mãos fortes para construir o mundo de seus filhos. E que sejam respeitados os sentimentos e opiniões das mulheres, porque ficará provado que as cabeças masculinas não saberão comandar o mundo para que o planeta perdure e nos abrigue por mais 2.000 anos, depois dos 2.000 que virão.
Será preciso avisar que em 20 séculos alguém precisará cantar
"Imagine no possessions,
I wonder if you can,
No need for greed or hunger,
A brotherhood of man,
Imagine all the people
Sharing all the world...", mas todos vão achar que isso é só o sonho de um visionário. Conta pra eles que haverá fome no mundo. Que crianças perderão os pais, que seres humanos não terão onde se abrigar do frio, que a comida será escassa e toda a água do mundo vai acabar. Conta que os peixes vão morrer e os rebanhos vão adoecer e haverá fartura para uns e pobreza para outros, sem que haja um deus para eleger os afortunados e condenar os famintos por seus méritos ou pecados.
Com isso perderemos nas artes, na arquitetura, nas reviravoltas interessantes da história do mundo e das artes. Mas ganharemos tanto...
Faz isso pra mim, senhor dos desejos de natal? Se seus assistentes conseguirem, dentro de poucos dias estaremos comemorando o Natal: o dia de lembrar que estamos aqui porque sobrevivemos. E renovar por mais um ano, as promessas que fizemos há 5.000 anos:
1. Fazer com que a Terra provenha sem destruí-la.
2. Fazer com que a raça humana perdure sem guerras e líderes fervorosos.
3. Cuidar para que a TERRA PROMETIDA - o planeta - continue sendo a nossa morada.
Feliz Natal

8 comentários:

Marilia disse...

ADOREI!!!!Lindo!!!
Um mundo perfeito seria assim!!!
Acho mais fácil voce ganhar um Porsche!!!
Essa história de lista me fez pensar...nunca fiz uma lista das coisas que eu gostaria de ganhar sempre das coisas que eu queria dar!!!Que boba!!!hahahahahahahahaha
Mas esse ano papi noel já me deu muitos presentes maravilhosos incluindo voce!!!
Beijos!!!
Marilia Lopes 14.12.2005

anne disse...

Tia... esqueceu de colocar na sua lista que mesmo o coração das pessoas más, egoístas e invejosas seja tocado e "curado" disso... Desejar as pessoas, que sejam sinceras, e sejam felizes pelas conquistas do próximo... Partilha, amizade, amor e união... isso é Natal...
Feliz Natal Tia, pra vc, pro Di, pro Claudio e pra Natascha...
bjo bjo

Anne 14.12.2005

tito disse...

Estou na fase em que acredito mais na definição do Maquiavel sobre a natureza do homem...
esta bondade toda não cabe nesse planeta... tudo explodiria ... talvez foi isso que aconteceu com os dinossauros o dia que eles resolveram viver em paz... a porra toda explodiu na cara deles...
é pessimista... eu sei... sorry!

Tito Iubel 14.12.2005

Carol disse...

Momento reflexão!!!!! ADOREI...MUITO BONITO!!!!
UM FELIZ NATAL P/ VC E TODA A SUA FAMÍLIA!!!
Bjs Carol 14.12.2005

Thiago disse...

Bjs Carol 14.12.2005
Otimos desejos, alguns outros nessa linha ficaram de fora (JapãoxChina, Conquista? das Américas, Paises ricos[sem nenhuma piedade]X pobres[desesperados e oprimidos] guerrilhas urbanas mundiais e assim por diante...)
Acho que o desejo da sua sobrinha já seria um bom começo pra se pensar, daqui pra frente (Em cada um de existe um JL só temos que coloca-lo pra fora)...
Quanto aos seus sonhos, fico imaginando nas reviravoltas do tempo. Acredito na tal lei do equilibrio... não existiria um momento de paz senão conhecessemos a guerra, e o verso
A utopia eterna seria bem a filosofia Tito-Matrix, "Os homens se destruiriam!"
Quem sabe???
...Jesus vivendo não chegasse a ser corrompido; os egipicios sem seus deuses começariam a morrer depressivos; os nordicos se juntassem numa mesma bandeira para subjulgar os impuros; não existiria um porque do renascimento na idade media, a corrupção mundial seria precoçe por já ter um mecanismo conhecido solido e fundade; existiriam milhares de outras guerras e deuses...
Não sei é bizarro pra mim querer mudar o passado... prefiro querer mudar o futuro... esse eu sei que posso mecher tá nas nossas mãos, tenho a vontade e força do homem de querer construir, tenho com respeito as mulheres ao meu lado pra ajudar!
(Desculpa pelo mini post comentário!!! Um hiper-ultra-mega-giga-blaster-plus advanced otimo natal, de amor felicidades e união e com desejo igual ou maior para o seu 2006, 07, 08, ...)

Thiagota0 14.12.2005

Diogo Gameiro disse...

Bem, mais facil ter desejado um planeta sem humanos!

Diogo Gameiro 14.12.2005

Mercedes Gameiro disse...

Meu queridos amigos...
Eu sei que seria impossível...lembrem-se que papai noel não existe.
Eu não estou falando em paz, amor, cartão de natal, we are the world, blablabla. Eu estou falando em viver de maneira inteligente.
Acho que a espécie humana é de longe a raça mais burra que habita esse planeta. Acho a religião um motivo patético para a prática do poder sobre os coitadinhos. Matar por diferença de fé é imbecil. Matar por território é imbecil. A guerra é imbecil. A mente humana é imbecil.
Essa especiezinha desprezível não soube usar o que a diferencia dos outros animais: o raciocínio.
O que eu gostaria é de em todos os Natais, sorrir tranquila sabendo que meus bisnetos vão ter um planeta para viver. MAs eu questiono. E me preocupo. Tavez eu seja só neurótica. O homem é o único animal que faz sujeira em sua própria casa, suja sua própria água, queima seu próprio alimento e transforma tudo em deserto.
Racinha burra da peste!!!!

Isso não é um sonhoziho cor-de-rosa. Isso é a vontade que eu tenho que todos enxerguem o passado para mudar o futuro. Mas eu vejo a história se repetir, só com mais tecnologia, desculpas mais elaboradas e apoio da mídia.
Tiago, claro que faltou muita guerra no meu texto, mas eu tenho esse probleminha com a Igreja não é de hoje. De tempos em tempos tenho que colocar pra fora!
Tito-Matrix e Thiago = claro que a paz não faz parte da natureza humana. Mas não custa sonhar!

Então, meus amigos amados, enquanto ninguém explode de uma vez a nossa casinha para começar de novo, FELIZ NATAL para todos!
Comam peru, encham a cara, riam com as crianças, rasguem papéis de resente, acreditem em papai noel. Isso sim é um momento de inteligência!

Mercedes Gameiro 14.12.2005

LR disse...

Mercedes,
É Natal e todas os questionamentos se juntam. Os alegres, aqueles que nos emocionaram, nos impulsionaram. Questionamentos que se fundem com emoções vividas, que nos comovem.
Tem aqueles outros "das prometidas terras". Eles se revestem de fome, de pó, de tiros. Eles tbém nos comovem mas nos revoltam. Podem estar resumidos em "Amor Sem Fronteiras". Um thriller das misérias em suas fronteiras desse mundo machucado e romanceado por um "amor" - q sempre é lindo, onde a flor é a presença de uma Angelina Jolie...
É Natal, o que voce escreve é um ciber-presente que tenho a grande honra em recebe-lo. Sua foto, bem, é a prova que beleza e conteúdo podem ser bem revestidos. Você é um belo cartão de paz, de harmonia e presença.

Luiz Roberto 18.12.2005