quinta-feira, 23 de novembro de 2006

Quem quer ser Katilce Miranda?

22 março 2006Então eu sou Katilce Miranda. Saí de Volta Redonda para ver o show do U2. Tudo o que eu quero na vida é um dia dar um beijo no Bono. Isso que, mesmo sabendo que eu queria tanto, nunca me dei o trabalho de aprender inglês. Afinal... Eu só quero é beijar.
Antes de sair de casa, meu marido avisou: "Se você beijar o Bono vai ficar sem marido! Mas como as suas chances de subir naquele palco são remotas, vai tranqüila".
Ora, ele não me conhece. Sabe há quanto tempo eu quero isso? Quantas vezes olhei pra ele de noite e pensei: "ah... se fosse o Bono...".
Mas eu nunca imaginei que isso pudesse mesmo acontecer. E se acontecesse, eu queria que fosse uma coisa minha. Só eu sei. Só eu vi. Afinal, ele está cantando 'With or without ME", no ouvido. Só pra mim.
Ok. Não viaja, Mercedes. Você não é a Katilce.
Mas estou morrendo de pena dessa garota. Acho que ela queria guardar esse momento só pra ela. Mas quem disse que deu tempo? Antes mesmo de chegar em casa, em Volta Redonda, os primeiros sintomas de que tinha se tornado uma celebridade começaram a pipocar por aí. Já chegou em casa com muito mais scraps no Orkut do que jamais sonhou. Mas ah...Brincadeirinha...Já passa. A brincadeirinha chegou a 150.000 scraps na hora do jornal nacional, quando fizeram o favor de entrevistá-la e ao marido (que se comportou como um gentleman). Logo depois da novela das oito, Katilce já tinha 250.000 scraps. À meia noite eram 400.000. Esta criatura recebia 100 scraps a cada minuto. Contados nos relógio. Quem tentou mandar scrap pra ela (sim, eu mandei. Hahaha) não conseguia ler o próprio scrap. Na hora que submetia, o recado já estava na terceira página do scrapbook.
Mas o que diziam estes scraps? Alguns poucos, pouquíssimos, a elogiavam e diziam que ela mandou bem. O restante apontava supostos maridos da Katilce. Pobres incautos que receberam centenas de recados em segundos, todos com o mesmo conteúdo: CORNO. Ou coisas úteis como: "Se você me viu aqui manda um scrap pra mim", "Vendo fusca 78", "Quem quer dormir comigo?". O Scrapbook da "Tilcinha" como já estava sendo chamada virou uma grande sala de Chat. E cada vez que você dá um reload (até agora) mais 50 ou 60 recados já foram escritos.
Neste momento existem 814 comunidades da Katilce no Orkut. De: "Queremos a Playboy da Katilce", a "Katilce para presidente". E enquanto eu escrevo, ela já tem 758.924 recados. Ela saiu na folha online hoje e em todos os jornais. Estava na Anamaria Braga de manhã. Vai ter a semana mais ocupada de sua vida. Provavelmente vai viver de cachês por um tempo e perder o emprego de Bancária. Deve estar no carnaval da Bahia, e ser destaque de alguma escola de samba carioca.
No próximo concurso de Miss, Katilce será jurada. Pelas amigas da cidade também deve ser jurada...De morte. E pelas meninas que subiram ao palco no segundo dia de show, sem a transmissão da Globo.
Mas afinal...O que a Katilce fez que nenhuma de nós faria? Vamos ver...
1. Beijou um irlandês suado
2. Fez cafuné na cabeça suada de um irlandês azedo.
3. Abraçou, se esfregou, passou a mão, olhou nos olhos de um senhor de 47 anos, irlandês suado e pai de família.
4. Sorriu babando com seu aparelho fixo, para um irlandês suado feio pra burro.
Ok...Não vejo vantagem em nada disso. Ao contrário. Eu não passaria a mão na cabeça suada de um irlandês nem por um milhão de dólares.
Mas...Tem um porém: O irlandês suado era o dono da voz que embalou a minha geração, e a sua e a dela por 28 anos; dono do sussurro mais sexy do universo, dono dos sonhos de pelo menos 70% das mulheres com mais de 30 anos que habitam o planeta terra. Quem não quer acordar com o Bono cantando baixinho na beira da cama? "Não... não precisa me beijar... só fica aí cantando". Quem não queria ser a escolhida entre milhares de mulheres para subiu ao palco e escutar aquela vox cantando "With or without you" e ainda ser acolhida em seus braços (suados)?
Quem não queria dançar juntinho com o Bono e ganhar carinhos e agradinhos, mesmo na frente de milhões de pessoas? AH...Katilce, minha filha...O Brasil te inveja! Se não ele, eu. Aponte-me uma mulher que tenha visto o show de Berlim sem suspirar pela japonesinha deitada na pista do palco ao lado dele...Duvido! Duvido!
Katilce Miranda é hoje, neste instante e desde anteontem, a minha "ídala". Mulher da minha vida! E despertou em mim os instintos mais infantis...O sonho do príncipe encantado, mesmo que relâmpago. Mesmo que velhinho. Mesmo que suado.
Aproveita Katilce!
Aproveita os seus 5 minutos de glória, o brilhozinho que eu sei que você tem no olhar agora. Guarda todas estas matérias e entrevistas e fotos pros seus netos. Usa tudo isso ao seu favor.
Não liga se te chamarem de Robert, de gorda, de burra, de jacu, do que for. Esta semana você é mais importante que o Lula. Que o Papa. Que o Delúbio.
Burro é quem não entra pela porta que se abre. Pode entrar que quem estendeu este tapete vermelho pra você foi o Bono. A culpa não é sua. Aproveita por nós, Katilce!
(vê se aproveita pra mudar de nome também... porque ninguém merece!).

9 comentários:

Marilia disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhh eu morri de inveja da Katilceeee!!!!!
Até que ela se comportou viu!!hahahahahahahahahahahahahaha
Nossa coitadinho ta velho mesmo mas a voz continua a mesma!!!Maravilhosa!!!!
Chorei...esperniei...entrei em depressão aquele dia e acho que foi de inveja da Katilce!!!hahahahahahahahahahhahaa
Mas hoje é outro dia e minha raiva foi transferida pra uma amiga que ficou de me ligar do show pra eu poder ouvir bem de longe a voz do Bono!!!
Adorei seu texto não podia passar em branco!!!
Beijos amada!!!

Marilia Lopes 22.02.2006

Tula disse...

A melhor parte do texto foi o conselho... com certeza o melhor da fama é a troca do nome...
Ah que inveja!

Tula Pereira 22.02.2006

Alana disse...

huahahhuahauhauhahu to vendo que tinha alguém com náuseas, pensando exclusivamente no suor durante o agarramento no palco uhahuauhahuauhahua

Na verdade foi uma certa sacanagem essa história de orkut com a coitada da Katilce.
Numa situação normal, todo mundo teria visto o rosto dela por 3 minutos e logo se esqueceriam. Agora rola uma certa invasão de privacidade - o que é bom, caso ela queira pousar pra playboy e virar jurada no Gugu.
Mas eu, no lugar dela, estaria apavorada e de malas prontas pra alguma vila nos confins da Islândia.

Deu inveja, mas tb deu um cadinho de pena.

Alana Chrysler 22.02.2006

Simone disse...

eu invejo ela tb merceds..
e as meninas (foram 2), que o Bono puxou ontem para o palco, só queriam se fotografar com o celular (??), ele até devolveu as 2..rsrrss.
baranga ou não, eu invejo a katilce . Simone Rubin 22.02.2006

Rafaela Pedro disse...

Pobre Katilce, que apesar de tudo, vai continuar com este nomezinho! (Aliás, quantas mães não terão a brilhante idéia de usar este nome em suas "rebentas" durante esta semana?)
Isso me levou a pensar que eu nunca tive meu momento Katilce... será que mereço?
Amei seu texto!!! Muito bom, me rachei de rir!!! Até meu sobrinho curtiu! Bjs

Rafaela Pedro 22.02.2006

Marcia Prado disse...

nossa, se escreve bem, acho que nem um critico falou o correto como vc.
todas queriamos ser ela, nem que fosse só 1 segundo!

Márcia Prado 22.02.2006

Marquito disse...

nossa!!! oi mercedes, ahahhahaha adorei esse "retrato" do nosso mundo atual... e, quer saber(?) ando tão alheio a tudo, que fui apresentado à katilce pelo seu texto (sem saber da veracidade e, na verdade pensei em ficção quando comecei a ler!)...acho que só eu não sabia da existência dessa pessoa, hehehe... de qualquer modo, o fato já é ótimo e com sua interpretação então ficou... wow!!! ...sempre muito grato por suas palavras (anywhere they were!!!)
beijos
m.
p.s. continuo atrasado no ano mas já em recuperação efetiva, assim espero logo poder ampliar nosso contato!!!

Marcos Freitas 24.02.2006

Rodrigo Bat disse...

Ahh, se o show tivesse acontecido 1 semana antes... teria tempo suficiente para mandar fazer máscaras da Katilce e vender pro carnaval.... ficaria rico!

Rodrigo Batistas 24.02.2006

Graça Zadra disse...

Acho bem legal quem consegue fazer oq ela fez.Eu morreria.Agora vem a parte mais dificil,é aguentar a oposição.bjs

Graça Zadra 26.02.2006